Como comprar o Berbequim ideal? Guia de compra

Escolher a ferramenta ideal para o seu trabalho tem muito que se lhe diga. É necessário perceber qual o tipo de tarefas vai executar e como tal quais as características que a ferramenta deve ter. Sabemos que no meio de tantas características que trás cada ficha técnica é difícil perceber o que é realmente importante para o nosso caso. Procurando ajudá-lo nesta tarefa a nossa equipa destacou 3 características que deve estar atento na hora de escolher o seu berbequim.

1º O tipo de Berbequim

Existem 2 tipos de berbequins com e sem fio, cada um responde a trabalhos específicos.

Os berbequins com fio, são ferramentas mais robustas e que necessitam de corrente elétrica para funcionarem. São a solução ideal para superfícies rijas (betão, pedra e etc.) e furos precisos de grandes dimensões. Para além disto, são a ferramenta ideal para trabalhos sem interrupções.

Por outro lado, os Berbequins sem fio, são ferramentas mais versáteis e leves. São os mais indicados para trabalhos menores como aparafusar e furar superfícies menos rijas (aparafusar e furar madeira e pladur). Na hora da compra deste tipo de berbequins é necessário ter em conta a quantidade de baterias e autonomia das mesmas. É sempre recomendável acompanhar este tipo de berbequins com um kit de 2 baterias e um carregador, só desta forma garante um trabalho sem interrupções.

 

2º Peso e velocidade do Berbequim 

O peso dos berbequins está intimamente relacionado com o tipo que escolheu, os berbequins sem fios tendem a ser mais leves e fáceis de manusear. Contudo, quanto maior for a potência, maior será o peso. No entanto, é importante evitar modelos com mais de 3 quilos e com fios com menos de 2 metros (para aceder ao teto, por exemplo, sem precisar de extensão).

Quanto à velocidade, normalmente todos os berbequins têm, pelo menos, duas velocidades. A mais lenta destina-se a materiais suaves e furos de pequeno diâmetro, também é ideal para aparafusar. Para materiais rígidos e furos de diâmetro maior, escolha a mais rápida. É necessário ter em atenção à função de rotação reversível, para a esquerda ou direita, que permite aparafusar e desaparafusar.

 

3º Truques do ofício

Em muitos modelos, pode ajustar o limite de torque, muito útil ao aparafusar ou desaparafusar. Opte pela força exata consoante a dimensão e tipo de parafuso e o material de base.

Alguns berbequins trazem um travão no eixo que interrompe o funcionamento ao soltar o gatilho, o que lhes confere mais precisão e segurança.

Para furar materiais muito rígidos o ideal é escolher ferramentas com a função de percussão.  Muitas vezes, a potência dos aparelhos é insuficiente para executar rapidamente os trabalhos. Se a recorrer à percussão com regularidade é preferível optar por um martelo perfurador.

Todos materiais (betão, pedra, metal, madeira, etc.) exigem o seu tipo de broca. Antes de cada trabalho é importante perceber que tipo de broca usar.

Para furos de grande diâmetro numa superfície rígida, proceda em duas etapas: faça um furo pequeno, com a profundidade desejada, e depois execute o diâmetro final.

Para furar madeira sem fazer lascas, empurre a broca até começar a vê-la na face oposta. A partir desta, faça furo final. No metal, marque o furo com uma punção, para a broca não derrapar depois.

Nos ladrilhos, use uma broca específica e comece com uma rotação muito baixa. Aumente progressivamente a velocidade e não use percussão.